Engenharia de Aquacultura

Engenheiro Mikosa Nkole Vianney

Director do Curso de Engenharia de Aquacutura

OBJECTIVOS DO CURSO

Objectivo Geral

O Curso de Engenharia de Aquacultura tem como objectivo:

Formar técnicos de nível superior politécnico nos domínios ligados à exploração aquícola, com conhecimentos teóricos e práticos para a concepção de projectos aquícolas, criação,Colheita, conservação e processamento do pescado, de modo a desenvolver no graduado competências e capacidades profissionais que respondam às exigências do mercado de trabalho e das políticas e estratégias para o desenvolvimento do sector aquícola em Moçambique.

 

Objectivos Específicos

  1. Minimizar a escassez de técnicos superiores habilitados com instrumentos modernos, técnica e cientificamente recomendados para o ramo de aquacultura no país;
  2. Formar graduados com qualificação e preparação para a concepção de projectos de aquacultura, sua implementação, processamento e avaliação dos respectivos projectos;
  3. Formar profissionais a altura de assumir responsabilidades e com autonomia e competências nas áreas de desenho, instalação e gestão de sistemas de aquacultura;
  4. Treinar graduados para produzirem ração para aquacultura a partir de aproveitamento de produtos locais;
  5. Habilitar os graduados com instrumentos recomendáveis para introduzir melhoramento genético nas espécies em cultivo nas zonas onde pretendam implementar os projectos de produção aquícola;
  6. Incentivar a investigação científica, tecnológica, sócio-económico e cultural no âmbito do curso;
  7. Proporcionar uma formação que permita desenvolver no formando a visão de empreendedorismo e negócio aquícola.

 

PERFIL PROFISSIONAL

O curso de Licenciatura em Engenharia de Aquacultura assegurará a formação de profissionais, cujo perfil permitir-lhes-á:

  • Utilizar os conhecimentos essenciais na identificação e resolução de problemas relacionados com o ramo de aquacultura;
  • Diagnosticar e propor soluções viáveis para o atendimento das necessidades básicas de grupos sociais e individuais, visando à melhoria da qualidade de vida das comunidades envolvidas com a aquacultura;
  • Aplicar conhecimentos científicos, tecnológicos e instrumentais, respeitando hábitos e costumes locais, para promover e desenvolver actividade aquícola nas comunidades rurais;
  • Conhecer a biodiversidade dos ecossistemas aquáticos, visando à aplicação Biotecnológica e não só;
  • Planificar, gerir, construir e administrar obras que envolvam o cultivo de organismos aquáticos;
  • Desenvolver actividades de maneio e exploração sustentável de organismos aquáticos;
  • Utilizar técnicas de cultivo, nutrição e melhoramento genético para a produção de organismos aquáticos;
  • Supervisionar e operacionalizar sistemas de produção aquícola;
  • Aplicar técnicas de processamento, classificação, conservação, armazenamento e controle de qualidade do pescado na indústria pesqueira;
  • Possuir conhecimentos sobre patologia de organismos aquáticos;
  • Projectar e conduzir pesquisas aplicadas a aquacultura, interpretar e difundir os resultados;
  • Elaborar e analisar projectos que envolvam aspectos de mercado, localização, caracterização, engenharia, custos e rentabilidade nos diferentes sectores da actividade de aquacultura;
  • Elaborar relatórios técnicos e científicos no seu campo de actuação;
  • Actuar no maneio sustentável em áreas de preservação ambiental, do cultivo e da industrialização, avaliando os seus efeitos no contexto sócio-económico e cultural;
  • Dominar conhecimentos técnico-científicos do ramo de aquacultura com vista à actuação no ensino, pesquisa e extensão; e,
  • Conhecer, compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais.

 

COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS

  • O curso de Licenciatura em Engenharia de Aquacultura criará condições para que os seus graduados sejam competentes e hábeis para:
  • Actuar na criação e reprodução de peixes, crustáceos, moluscos em cativeiro e algas;
  • Dimensionar e implantar unidades de produção aquícolas em lagos, rios, barragens e no oceano;
  • Pesquisar o aproveitamento e a conservação dos animais e acompanhar a sua industrialização e distribuição no mercado consumidor;
  • Instalar e manter motores e equipamentos mecanizados usados em operações de aquacultura, bem como para o aproveitamento e processamento do pescado.

 

ÁREAS DE ACTUAÇÃO

O Licenciado do Curso de Engenharia de Aquacultura estará preparado para exercer a sua profissão no sectores aquícola, onde quer que seja solicitado, especialmente nas actividades que procurem a criação, utilização, administração, conservação e a rentabilidade dos recursos aquícolas, no quadro da economia e do desenvolvimento nacional e não só.

Desse modo, o Engenheiro de Aquacultura será capaz de desempenhar funções a nível de direcção técnica e como gestor, nas empresas dedicadas à produção aquícola, industria aquícola, comercialização e exportação dos referidos produtos, bem como integrar-se nos serviços e instituições nacionais de investigação do ramo, educação, crédito, promoção e controlo.

Sendo profissional autónomo, responsável e competente, o Engenheiro de Aquacultura, pode prestar assessoria a empresas e instituições do sector aquícola, ou constituir sua própria empresa. Por isso, as principais áreas de actuação do Engenheiro de Aquacultura são:

Produção diversa

Desenvolver técnicas de criação de larvas (larvicultura), peixes (piscicultura), camarões (carcinicultura), rãs (ranicultura), mexilhões (mitilicultura) e plantas aquáticas.

Aquacultura e pesca

Projectar unidades de produção e desenvolver técnicas para a criação de organismos marinhos e de água doce. Estudar a viabilidade econômica, técnica e jurídica de empreendimentos de aquacultura e dar consultoria em unidades de produção aquícola.

Ecologia aquática

Estudar ecossistemas aquáticos de modo a garantir a exploração dos recursos sem danos ao meio ambiente.

Extensão aquícola

Orientar as comunidades rurais de modo a aumentar a produção e a produtividade e contribuir para o desenvolvimento económico-social e cultural.

Investigação, planificação e tecnologia aquícola

Pesquisar o potencial aquícola de uma região e elaborar programas para seu desenvolvimento.

Tecnologia do pescado

Fazer o controlo sanitário e inspecionar a conservação, o aproveitamento e a industrialização do pescado, agregando valores e desenvolvendo novos produtos.

Administração e economia pesqueira

Planificar, implantar e gerir empresas pesqueiras, incluindo a gestão de créditos e financiamentos ao sector aquícola.

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Eventos Científicos

Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitantes

Hoje 102

Esta Semana 102

Este Mês 3362

Total 50799

Contacto

Campus Politécnico, Chókwè - Gaza

Celular:+258 82 304 7056

Tel/Fax:+258 28 120 401

Caixa Postal: 1

Facebook ISPG

info@ispg.ac.mz

Newsletter